Conecte-se conosco

Estado

Com catálogo de obras, Iris Rezende avança forte para 2020

Publicado

em

Reconhecido por ser o político vivo de Goiás com maiores feitos na vida pública, o prefeito Iris Rezende (MDB) terá nos próximos meses a melhor fase de sua gestão: inauguração de obras, anúncios de novos serviços e ações em defesa dos servidores públicos devem marcar os últimos 16 meses da quarta gestão irista em Goiânia.

Na semana passada, o prefeito entregou uma Estação Ferroviária renovada, na praça do Trabalhador.  Nesta semana, anunciou um festival de ópera na Capital, em parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG).

O político se modernizou e revoluciona áreas antes esquecidas, como a cultura e o patrimônio histórico.

Ele segue com um feito que demonstra sua diferença frente os demais: ao contrário do último gestor da Capital, tomado por 12 paralisações em diferentes modalidades de serviços públicos ( educação, coleta de lixo, saúde, etc), Iris segue sem nenhum lapso administrativo no comando de Goiânia.

Ex-governador  e ex-ministro, o político de Goiás com maior inserção no MDB tornou-se candidato natural à reeleição. No  Brasil, é o único prefeito de capital com folga para disputar as eleições em 2020.

Mais de uma vez, Iris garantiu que não pretende disputar a reeleição, mas sem quadros para substitui-lo, ele pode ser candidato novamente por pressão dos emedebistas.  “É uma questão de sacrifício”, diz um secretário, que participou da reinauguração da Estação Ferroviária de Goiânia.

Nos bastidores, não existe sequer dúvida de que Iris possa ser candidato ao governo, em 2022, já que enfrenta uma gestão que herdou uma dívida de R$ 600 milhões e mostrou capacidade para gerir crises. Sua proeza, dizem os militantes emedebistas, o coloca como homem de frente do MDB, apesar dele respeitar a liderança jovem de Daniel Vilela, presidente da sigla.

2022

Para 2022, o jogo seria diferente: caso realize uma gestão otimizada, Ronaldo Caiado (DEM) poderia se lançar candidato à presidente da República. O caminho foi aberto pelo próprio presidente Jair Bolsonaro (PS), que é contra reeleição.

Assim, caberia ao governador indicar um nome capaz de gerir Goiás com experiência e capacidade de continuar o que foi feito nos anos anteriores.

Quem viu as últimas fotos de Iris e Caiado abraçados nos eventos do final de semana, caso do encontro de pecuaristas, em Bela Vista, enxergou mais do que admiração.

Dependendo das pesquisas, com Iris reeleito em Goiânia, e desde que a Prefeitura fique em boas mãos,  seria a hora de Iris pleitear a volta ao Governo de Goiás.

Mas antes de tudo isso, como bom político, o prefeito especula é fazer uma boa gestão na Capital, terminar com um recorde obras, retomada dos BRTs e criar novos parques.

Para a vice de Iris não faltam nomes da base de Caiado a serem indicados, caso do vereador Paulo Daher (DEM) ou ex-senador Wilder Morais (de partida para o Pros).

 

Prefeito liderou grandes eventos políticos nacionais   

Ao lado de Ronaldo Caiado, Iris Rezende tem o melhor currículo político da atualidade. Liderou o movimento ‘Diretas Já’, em meados da década de 1980.

Historicamente, o veterano emedebista surge na política por meio de ampla votação no bairro de Campinas, quando se lançou como candidato a vereador por Goiânia, em 1958.

Anos depois, ocupou a Assembleia Legislativa como deputado pelo PSD.

 

Na mesma década, a partir de 1965, foi prefeito de Goiânia, sendo ainda hoje considerado o melhor gestor da história da Capital.

Em sua primeira gestão, Iris redesenhou Goiânia com novos cenários, caso da Vila Redenção. É dele também a ampliação de Campinas e  criação da Vila Redenção.

Foi ministro da Justiça no governo de Fernando Henrique e da Agricultura, na gestão de José Sarney.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas