Conecte-se conosco

Capital

Com ordem de serviço assinada, Iris vai revitalizar o Coreto da Praça Cívica e o relógio da Avenida Goiás

Em parceria com o Iphan, gestão Iris vai revitalizar o Coreto da Praça Cívica e o relógio da Avenida Goiás. A obra foi autorizada hoje pelo prefeito Iris Rezende. Agora, além da Estação Ferroviária, a capital possui a Rua do Lazer, o centro histórico e os prédios em Art Déco revitalizados.

Publicado

em

 

Obras devem iniciar no próximo semestre; prefeitura tem interesse também em recuperar o Palace Hotel, no setor Campinas, e Grande Hotel, no centro

Após recuperar a Estação Ferroviária, o prefeito de Goiânia, Iris Rezende, autorizou o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) a iniciar as obras do Coreto da Praça Civica e da Torre do Relógio da Avenida Goiás.

A superintendente do Iphan em Goiás, Salma Saddi, se reuniu com o prefeito, que assinou a autorização para restaurar os monumentos que fazem parte do acervo Art Déco. Goiânia tem um dos maiores acervos do estilo do Brasil e o único conjunto tombado pelo Iphan. A obra custará R$ 400 mil  e terá início no segundo semestre.

“Goiânia recebe milhares de visitantes por sua vocação comercial, a região da 44 atrai compradores do país todo e até da América do Sul e podemos aproveitar também esse potencial do nosso acervo Art Déco para gerar renda e empregos. Vamos recuperar todos esses prédios, as fachadas e preservar a história da cidade”, disse Iris.

Localizado na Praça Cívica, o coreto faz parte da história da construção de Goiânia, servindo de palco para manifestações artísticas, culturais e políticas. Foi inaugurado, oficialmente, por ocasião do Batismo Cultural da cidade em 5 de julho de 1942.

O relógio da Avenida Goiás também foi inaugurado em 1942, durante o Batismo Cultural de Goiânia, capital do estado brasileiro de Goiás. Projetado por Américo Vespúcio Pontes, localiza-se no início do canteiro central da Avenida Goiás, partindo da Praça Cívica. No alto dele há desenhos geométricos, verticais, horizontais e diagonais, e, sobre o mostrador, um elemento vazado com curvas sinuosas.

O relógio é um dos mais antigos pontos de referência de Goiânia e um símbolo importante da influência Art Déco na cidade. Funcionando durante muito tempo de forma precária, foi consertado pela primeira vez em 1984 e hoje funciona perfeitamente. A obra é tombada pelo Patrimônio Histórico Estadual como acervo arquitetônico e urbanístico em Art Déco de Goiânia e faz parte do conjunto tombado nacionalmente.

Na reunião também ficou acertado que o projeto, concluído, para recuperação do Palace Hotel, no setor Campinas, também será encaminhado para o Ministério da Cidadania e o prefeito demonstrou interesse em recuperar também outro grande símbolo de Goiânia: o Grande Hotel do Centro.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Capital

Orquestra Sinfônica de Goiânia apresenta concerto com violinista Carmelo de los Santos. Evento acontece nesta terça 20

Publicado

em

Evento será realizado nesta terça-feira (20/08), às 20h, no Teatro Sesi. Ingresso pode ser trocado por dois quilos de alimentos não-perecíveis ou um livro literário

A Orquestra Sinfônica de Goiânia apresenta, nesta terça-feira (20/08), às 20h, no Teatro Sesi, um concerto internacional com a participação do violinista Carmelo de los Santos. As obras que serão apresentadas são ícones do repertório orquestral: O Concerto para Violino e Orquestra, do compositor alemão Johannes Brahms e a Suite do Balé Romeu e Julieta, do compositor russo Sergei Prokofiev. A noite conta ainda com a primeira audição mundial da obra “Movimento para Cordas nº 2”, do compositor goiano Estércio Marquez Cunha, a maior referência na composição de música de concerto em Goiás.

Carmelo de los Santos é professor da Universidade do Novo México, nos Estados Unidos, e um dos mais importantes artistas brasileiros. A regência do concerto será do maestro titular e diretor artístico da Orquestra, Eliseu Ferreira. Para ele, uma excelente oportunidade para conferir um programa de excelente qualidade executado pela Orquestra Sinfônica da Prefeitura Municipal. “A cada dia conquistamos novos espaços nos cenários musicais local e nacional, pela regularidade, diversidade e qualidade de suas propostas artísticas e institucionais”, afirma o maestro.

A realização é da Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), com o apoio do Teatro Sesi. A entrada para o concerto é mediante a doação de dois quilos de alimentos não-perecíveis ou um livro lite

Continue Lendo

Capital

Blogueiro é obrigado a retirar matérias ofensivas à honra de promotor de Justiça

Decisão liminar atende pedido da defesa do promotor de Justiça do Ministério Público de Goiás Fernando Krebs, que alegou, em ação de indenização por danos morais, que teve a honra maculada por postagens no blog do Cleuber Carlos, assinado pelo blogueiro de mesmo nome

Publicado

em

Por

A Juíza de direito Viviane Silva de Moraes Azevedo, do 11º Juizado Especial Cível de Goiânia, determinou, em sede de tutela provisória, em ação de indenização por danos morais, que o blogueiro Cleuber Carlos do Nascimento retire do seu blog (Blog do Cleuber) as matérias publicadas e atentatórias à honra do promotor de Justiça Fernando Krebs e de seus familiares.

A decisão, segundo a magistrada, foi tomada após a análise das alegações da parte requerente, juntamente com os elementos que evidenciem o perigo de dano de difícil reparação à honra do promotor. Nas publicações, Cleuber Carlos faz “ilações” a respeito da conduta do promotor e insinua parcialidade do representante do Ministério Público goiano na propositura de ações de improbidade contra ex-governadores de Goiás.

A juíza determinou que todas as matérias mencionadas na demanda, em que Fernando Krebs e seus familiares são nominalmente citados em conteúdos que possuem material ofensivo à imagem e à honra dos mesmos, sejam retiradas do ar no prazo máximo de 24 horas, sob pena de multa diária de R$ 1 mil reais.

Em outra ação, julgada em 2019, o mesmo blogueiro foi condenado ao pagamento de indenização no valor de R$ 10 mil ao promotor Fernando Krebs,  também por ofensas morais e à honra do representante ministerial.

Continue Lendo