Conecte-se conosco

Capital

EXTRA | Iris vai reconstruir asfalto em 630 km por todas regiões de Goiânia com custo de R$ 400 milhões, edital foi publicado

Publicado

em

Publicado edital para reconstrução asfáltica de 630 km de ruas da Capital

No total, 628 ruas e avenidas terão a pavimentação asfáltica reconstruída, número correspondente a 7.412.758,73 m² de via
A Prefeitura de Goiânia, por meio da Seinfra, publicou no Diário Oficial dessa quarta-feira, 31, aviso de licitação referente à Concorrência Pública nº 025/2019, do tipo menor preço, para contratação de empresa para executar as obras de restauração e reconstrução das ruas da Capital.

A abertura da licitação será no dia 2 de setembro, às 9h, na sala de licitações da Secretaria Municipal de Administração – SEMAD. O edital está disponível no site da Prefeitura: www.goiania.go.gov.br.

O processo licitatório atende ao programa da Prefeitura de Goiânia de recuperar a pavimentação asfáltica de 630 km de ruas – 628 ruas e avenidas, que correspondem a 7.412.758,73 m² –, em todas as regiões da cidade, que sofrem com aparecimento de buracos, principalmente no período de chuva, e com o desgaste próprio do tempo de vida do pavimento, fornecendo solução definitiva para os problemas e melhorando o tráfego de veículos na cidade.

O prefeito Iris Rezende destaca que a empreitada será no sentido de substituir a pavimentação asfáltica antiga, que já não responde mais às operações de tapa-buracos. “Temos que dar respostas rápidas para as urgências do município”, afirma. Sobre o crédito para realização da obra, lembra que “a Caixa é detentora da conta da Prefeitura de Goiânia e, portanto, sabe o que o município tem e o que pode financeiramente”.

Ele diz, ainda, que o conjunto das intervenções de recapeamento terá impacto positivo para o conjunto da população ao favorecer a mobilidade urbana, diminuir o número de acidentes e garantir mais conforto para moradores que usam ônibus e veículos particulares.

Com orçamento de R$ 400 milhões, incluindo a supervisão e sinalização das vias, oriundos do tesouro municipal, a obra é dividida em quatro lotes, que compreendem todas as regiões de Goiânia.

O serviço deverá ser executado de acordo com as normas, especificações e métodos da ABNT (aprovados, recomendados ou projetados) e, ainda, com uso de materiais de qualidade, modelo, marca e tipo aprovados pela SEINFRA.

De acordo com o edital, a empresa vencedora da licitação terá um prazo de até 24 meses para execução do serviço, por lote, e deverá começar a execução 72h, após a emissão da ordem de serviço.

Para o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Dolzonan da Cunha Mattos, reconstruir 630 km de vias será um dos grandes desafios da gestão, pois significa mudar a pavimentação asfáltica em todas as regiões, numa área que abrange praticamente toda a cidade.

“Goiânia possui ruas asfaltadas há mais de 60 anos, cuja vida útil já se esvaiu, e outras que já estão tomadas por buracos, onde realizamos operação diariamente, o que acaba sendo oneroso para a administração. Com a reconstrução das vias, teremos praticamente outra malha viária na Capital, que promoverá um trânsito mais seguro e, indiretamente, trará mais economia ao motorista, porque a fluidez e a mobilidade serão muito maiores. É desafiador, pela grandeza e pela ousadia do nosso prefeito em promover essa repaginação nas vias da nossa Capital”, destaca.

Outro ponto destacado pelo Secretário é a geração de empregos que a obra trará. “São 630 km a serem reconstruídos, certamente centenas de ofertas de emprego serão geradas com essa empreitada, contribuindo com o desenvolvimento não só de Goiânia, como do Estado também”.

Nara Serra, da editoria de Infraestrutura

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Capital

Orquestra Sinfônica de Goiânia apresenta concerto com violinista Carmelo de los Santos. Evento acontece nesta terça 20

Publicado

em

Evento será realizado nesta terça-feira (20/08), às 20h, no Teatro Sesi. Ingresso pode ser trocado por dois quilos de alimentos não-perecíveis ou um livro literário

A Orquestra Sinfônica de Goiânia apresenta, nesta terça-feira (20/08), às 20h, no Teatro Sesi, um concerto internacional com a participação do violinista Carmelo de los Santos. As obras que serão apresentadas são ícones do repertório orquestral: O Concerto para Violino e Orquestra, do compositor alemão Johannes Brahms e a Suite do Balé Romeu e Julieta, do compositor russo Sergei Prokofiev. A noite conta ainda com a primeira audição mundial da obra “Movimento para Cordas nº 2”, do compositor goiano Estércio Marquez Cunha, a maior referência na composição de música de concerto em Goiás.

Carmelo de los Santos é professor da Universidade do Novo México, nos Estados Unidos, e um dos mais importantes artistas brasileiros. A regência do concerto será do maestro titular e diretor artístico da Orquestra, Eliseu Ferreira. Para ele, uma excelente oportunidade para conferir um programa de excelente qualidade executado pela Orquestra Sinfônica da Prefeitura Municipal. “A cada dia conquistamos novos espaços nos cenários musicais local e nacional, pela regularidade, diversidade e qualidade de suas propostas artísticas e institucionais”, afirma o maestro.

A realização é da Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), com o apoio do Teatro Sesi. A entrada para o concerto é mediante a doação de dois quilos de alimentos não-perecíveis ou um livro lite

Continue Lendo

Capital

Blogueiro é obrigado a retirar matérias ofensivas à honra de promotor de Justiça

Decisão liminar atende pedido da defesa do promotor de Justiça do Ministério Público de Goiás Fernando Krebs, que alegou, em ação de indenização por danos morais, que teve a honra maculada por postagens no blog do Cleuber Carlos, assinado pelo blogueiro de mesmo nome

Publicado

em

Por

A Juíza de direito Viviane Silva de Moraes Azevedo, do 11º Juizado Especial Cível de Goiânia, determinou, em sede de tutela provisória, em ação de indenização por danos morais, que o blogueiro Cleuber Carlos do Nascimento retire do seu blog (Blog do Cleuber) as matérias publicadas e atentatórias à honra do promotor de Justiça Fernando Krebs e de seus familiares.

A decisão, segundo a magistrada, foi tomada após a análise das alegações da parte requerente, juntamente com os elementos que evidenciem o perigo de dano de difícil reparação à honra do promotor. Nas publicações, Cleuber Carlos faz “ilações” a respeito da conduta do promotor e insinua parcialidade do representante do Ministério Público goiano na propositura de ações de improbidade contra ex-governadores de Goiás.

A juíza determinou que todas as matérias mencionadas na demanda, em que Fernando Krebs e seus familiares são nominalmente citados em conteúdos que possuem material ofensivo à imagem e à honra dos mesmos, sejam retiradas do ar no prazo máximo de 24 horas, sob pena de multa diária de R$ 1 mil reais.

Em outra ação, julgada em 2019, o mesmo blogueiro foi condenado ao pagamento de indenização no valor de R$ 10 mil ao promotor Fernando Krebs,  também por ofensas morais e à honra do representante ministerial.

Continue Lendo