Conecte-se conosco

Estado

FOTOS | Governador assina na Campus Party protocolo para a instalação de 15 laboratórios Include em município goianos

Publicado

em

“Tecnologia e a inovação são o caminho para as novas gerações”, afirmou Ronaldo Caiado. Escolha dos 11 municípios teve como princípio o Índice Multidimensional de Carência das Famílias de Goiás (IMCF); outros quatro serão definidos pelo Gabinete de Políticas Sociais, coordenado pela primeira-dama Gracinha Caiado_A primeira edição da Campus Party Goiás já deixa um legado fundamental para os goianos. O governador Ronaldo Caiado assinou neste sábado (7/9) o Protocolo de Intenções para a instalação de 15 laboratórios Include em municípios goianos. O protocolo é uma parceria do Governo estadual, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação, com o Instituto Campus Party e a Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) e prevê investimentos de R$ 1.875.000,00. “Minha maior alegria é que diagnosticamos a melhor maneira de fazer com que a criança e o jovem sintam interesse de voltar para a sala de aula. A tecnologia e a inovação são o caminho para o futuro das novas gerações, abrindo perspectivas para a qualificação e a conquista dos melhores lugares profissionais amanhã. É algo desafiador, e Goiás vai continuar avançando”, afirmou Caiado.Fotos Lucas Dienerescolha dos municípios teve por princípio o Índice Multidimensional de Carência das Famílias de Goiás (IMCF), o que levou à definição pelos municípios de Amaralina, Campinaçu, Cavalcante, Colinas do Sul, Heitoraí, Matrinchã, Monte Alegre de Goiás, Montividiu do Norte, Santa Terezinha de Goiás, Teresinha de Goiás e Flores de Goiás.“Outros quatro Includes serão definidos posteriormente, pelo Gabinete de Políticas Sociais, coordenado pela primeira-dama Gracinha Caiado”, explicou o secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação, Adriano da Rocha Lima. O próprio presidente do Instituto Campus Party (ICP), Francesco Farruggia, recordou que foi a primeira-dama em pessoa quem se empolgou com a ideia.“Quando ela conheceu o projeto, virou para mim e disse ‘vamos fazer um monte de laboratórios em Goiás’. E o governador me impôs uma condição: que pelo menos um fosse destinado à comunidade Kalunga”, rememorou.Para o presidente da Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), Nelson Vieira Fraga Filho, a primeira Campus Party Goiás representou uma mudança de paradigma para a Superintendência. “Estamos agregando ao que é o nosso tema, o Desenvolvimento do Centro-Oeste, mais conhecimento, tecnologia, inovação e, principalmente, inclusão social, fazendo com que todo esse saber chegue aos que mais precisam. Nossa missão não se limita em levar máquinas e pontes, mas trazer a participação das pessoas. Por isso, vestimos a camisa”, afirmou.O prefeito de Goiânia, Iris Rezende, pediu a Francesco Farruggia o compromisso em incluir Goiânia na agenda da Campus Party. “A capital estará integrada de corpo e alma a seu projeto. Infeliz um governo que não investe na ciência e tecnologia, pois estará deixando seu povo sem rumo”, assentiu o prefeito.No palco, Caiado teve a oportunidade de conhecer o campuseiro Eduardo, de Porangatu, que recruta craques para montar equipes de e-Sports. Atualmente, o jovem coordena equipes que atuam em campeonatos na Europa e Los Angeles. “A Campus Party mudou minha vida. Hoje transformei isso em uma atividade econômica e profissional”, contou Eduardo, emocionado e driblando o nervosismo, ao governador.Outros dois jovens mostraram seus trabalhos a Caiado. O goianiense Fagundes Jarbas, estudante de Ciências da Computação da UFG, e Joice Kelly Rodrigues da Silva. Ela é coordenadora do laboratório da Rede Itego de São Luís de Montes Belos, onde é realizado o processamento de sêmen e produção de embriões bovinos. Já ele tocava berrante enquanto operava no computador, o que chamou a atenção do governador. “Acima de tudo, o governo tem que ter carinho e investir em Educação, que é o que nos abre todas as portas”, afirmou Fagundes.O governador também conheceu o exemplo de Parnamirim (RN), que já é uma das sedes consolidadas dos laboratórios Includes. “Isso me deixa com os olhos brilhando”, comentou. Caiado contou que nas próximas edições pretende aproximar a Campus Party do empresariado para impulsionar o segmento, e falou da sua emoção e motivação ao ver jovens de Goiânia e do interior de Goiás contando como toda a experiência ali tem valido a pena. “Isso é fenomenal. Nós precisamos ter as empresas privadas também entrando no projeto de cada um de vocês. Vamos mudar o perfil do jovem goiano. Vamos arregaçar as mangas para que Goiás se torne o ‘ecossistema’ ou ‘habitat’ na área de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil”, conclamou.*Acesso à tecnologia*
O Include consiste na criação e montagem de laboratórios de robótica, de acesso gratuito, para aproximar jovens menores de 18 anos e moradores de comunidades carentes da tecnologia. A proposta prevê um período de dois anos para execução do programa, atendendo 300 jovens por unidade e até 4.500 jovens no total, considerando as 15 unidades a serem abertas. Ainda segundo Farruggia, o primeiro objetivo é fazer com que os estudantes, já no prazo de seis meses, consigam ganhar dinheiro com o que aprenderam. Depois, a meta é mudar a realidade social das comunidades e da própria família. “Nestas localidades, a garotada nunca teria acesso à tecnologia, como uma impressora 3D. O Include tem esse papel de oferecer essa oportunidade.”Por meio do programa serão desenvolvidos quatro módulos de capacitação: eletrônica, programação, sensores e mecânica. E ainda, de forma complementar, oito atividades extras: desenhos em 3D com softwares livres, manuseios de impressora 3D, projetos em 3D, programação em smartphones, desenvolvimentos de aplicativos, iniciação ao GNU/Linux, conceitos de design web e manuseio de óculos de realidade virtual.A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação também divulgou, neste sábado, na Campus Party que uma unidade da rede de Institutos Tecnológicos de Goiás (Itego) vai sediar a Escola do Futuro. O objetivo é treinar os alunos nas novas profissões que estão surgindo a partir da tecnologia. “Teremos uma escola do futuro dentro de uma unidade da rede estadual de ensino profissionalizante capacitando o nosso jovem a se integrar nas novas profissões que estão surgindo a partir da tecnologia. Afinal, esta é a essência tecnologia: atender e melhorar a vida do cidadão”, salientou Adriano da Rocha Lima. Para o titular da Sedi, as ações do governo em ciência e tecnologia deixam um legado para a sociedade. “Estamos aqui entregando um legado. Dois hackatons [desafios de programação] terão soluções inovadoras para o agronegócio e para aumentar a transparência do governo com a sociedade”, afirmou.Também estiveram presentes à Campus Party neste sábado o secretário municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação, Celso Camilo; o prefeito de Parnamirim (RN), Dário Medeiros; a diretora do Include, Sidiane Cláudia Zanin; o embaixador do Include em Goiás, Sanderson Oliveira Machado.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado

Legislação histórica de Goiás ganha destaque e novo espaço, que reúne os atos e documentos que marcaram a vida dos goianos em um só lugar

Em iniciativa inédita, o Governo de Goiás, por meio da Secretaria da Casa Civil, passou a disponibilizar nesta quinta-feira, dia 12, um hotsite especial com conteúdo que destaca a legislação histórica do nosso Estado

Publicado

em

A Secretaria da Casa Civil do Governo de goiás lança um novo componente, elaborado em parceria pelas áreas de Tecnologia da Informação e de Legislação,  que concentra os atos oficiais que marcaram a formação institucional do Estado, o desenvolvimento e as mudanças sociais, possibilitando que os cidadãos conheçam as leis goianas a partir do ano de 1822.

Entre outros documentos, o novo ambiente concentra as cinco versões que já estiveram em vigor da Constituição Estadual de Goiás, as estruturas administrativas do Estado no passado e a criação e organização de comarcas judiciais. Atos que marcaram profundamente a história de Goiás, como o Código Criminal de 1901, os documentos oficiais para a edificação e transferência da capital para Goiânia e o desmembramento do Distrito Federal, também fazem parte da seleção de leis disponibilizada.

De acordo com o titular da pasta, secretário Anderson Máximo, a ação é parte do esforço da gestão, não só de oferecer maior transparência aos cidadãos, mas de valorizar as tradições e a caminhada que construiu a identidade do povo goiano. “Essa iniciativa vem oferecer aos goianos a possibilidade de revisitar a nossa história. É uma determinação do governador Ronaldo Caiado, de valorizar nossa goianidade, nossas raízes, e uma forma de preservar e dar visibilidade a atos oficiais que retratam momentos importantes de um passado que é de todos nós”, afirma o secretário, destacando que a Casa Civil tem trabalhado para se tornar a cada dia uma secretaria mais cidadã, mais próxima da sociedade.

Entre e conheça nossa Legislação Histórica.

Continue Lendo

Estado

Combatentes controlam incêndio noParque Estadual da Serra Dourada

Publicado

em

Por

Equipes utilizaram técnica de “contrafogo” para apagar focos da queimada que atingiu mais de 3,2 mil hectares do parque estadual entre Goiás, Buriti de Goiás e Mossâmedes

O Corpo de Bombeiros e as equipes da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) conseguiram controlar o incêndio que atingia desde a última terça-feira (10/09) o Parque Estadual da Serra Dourada (PESD), localizado entre os municípios de Goiás, Buriti de Goiás e Mossâmedes. Mais de 40 combatentes participaram da operação.

Uma equipe irá pernoitar no alto da Serra Dourada para monitorar a situação durante a noite e dar sequência aos trabalhos de rescaldo. Os trabalhos de monitoramento permanecem durante todo o fim de semana. Segundo informações de combantentes e brigadistas, foi preciso usar o chamado “contrafogo” para combater os focos de incêndio.

Até o último cálculo feito pela Semad, o fogo havia consumido uma área superior a 3,2 mil hectares, em uma área de difícil acesso. Um novo balanço deve ser feito pelas equipes na manhã deste sábado (14/09), sob o comando de Maurício Jácomo, analista da Semad e chefe do parque, mas já é o maior incêndio em unidade de conservação estadual em 2019.

Um dos maiores patrimônios ecológicos do Estado de Goiás, o Parque Estadual da Serra Dourada possui uma área de 30 mil hectares, que concentram belezas naturais, cachoeiras e uma rica diversidade faunística e

Continue Lendo