Conecte-se conosco

Esportes

Mais de 50 homens são presos e 2 são baleados em briga entre torcedores do Goiás e Cruzeiro, em Minas Gerais

Feridos foram levados para hospital de Sete Lagoas, um deles em estado grave.

Publicado

em

Mais de 50 homens foram presos e dois foram baleados em uma briga generalizada em Sete Lagoas, na Região Central de Minas Gerais, como informou a Polícia Militar (PM) nesta segunda-feira (6).

De acordo com a corporação, a confusão entre torcedores do Cruzeiro e do Goiás foi registrada na noite deste domingo (5), depois do jogo em Belo Horizonte. A briga teria sido combinada por aplicativo de mensagens.

Os dois homens baleados foram levados para o hospital municipal, sendo um deles em estado grave. Eles são torcedores do Cruzeiro e foram atingidos na região do tórax. Segundo a polícia, um ônibus e pelo menos cinco vans que levavam torcedores do Goiás foram atacados por integrantes de uma torcida organizada do Cruzeiro, munidos de paus e pedras.

Para conter a confusão, a PM teve que usar balas de borracha e bombas de efeito moral.

 

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Flamengo de Jesus tem formação tática ofensiva com quinteto mágico

Publicado

em

Com apenas um volante em campo na goleada contra o Goiás, Willian Arão, o técnico do Flamengo Jesus lançou quinteto mágico ofensivo com 5 atacantes.

Continue Lendo

Esportes

Bilionário dono do PSG, Nasser Al-Khelaifi ameaça deixar Neymar sem jogar futebol até 2022, por dano a imagem do Catar

Publicado

em

Por

“Al-Khelaifi passou do desgosto à raiva quando um agente muito próximo do jogador lhe assegurou que Neymar estava disposto a baixar seu salário a 24 milhões de euros netos se assinasse com o Barça, como era seu desejo. Ao PSG, a estrela cobra 47 milhões de euros por temporada. A ideia de que Neymar prefira cobrar menos com objetivo de deixar o PSG, onde lhe permite levar sua vida à margem da disciplina profissional do elenco, enfureceu Al-Khelaifi”, revela o jornal.

“Indignado ao ver que o jogador adiava a confirmação de quando voltaria a Paris, o presidente pediu a Leonardo para avisar Neymar Pai que se o garoto não se apresentasse nesta segunda-feira, aconteceria o mesmo que foi feito com Rabiot, a quem o clube deixou afastado por insubordinação na temporada passada. Ficaria só recebendo salário e sem tocar uma bola sequer”, acrescentou.

Continue Lendo