Conecte-se conosco

Estado

Ministério do Turismo anuncia liberação de R$ 4,3 milhões para Goiás

Publicado

em

Recursos de R$ 3 milhões para o Caminho de Cora Coralina foram assegurados de forma bipartite, com participação de emenda de parlamentares goianos e do Ministério do Turismo.

O restante da verba – R$ 1,3 milhão – será destinado aos municípios contemplados pelo programa federal Investe Turismo_

Um mineiro que conhece bem o jeito acolhedor do goiano. Assim o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, começou sua participação no 19º Seminário Itinerante Investe Turismo que pretende acelerar o desenvolvimento de rotas turísticas em todo o País. O evento desta quinta-feira (05/09) foi realizado em Goiânia e contou com a participação do governador Ronaldo Caiado, além de várias autoridades políticas estaduais e de empresários.

Em entrevista coletiva, o ministro, que visita Goiás pela segunda vez em 2019, disse que outras regiões do Estado devem ser contempladas também na segunda etapa do programa federal. “Já liberamos R$ 1,3 milhão para duas rotas: região do Ouro/Caminho Cora Coralina e região da Chapada dos Veadeiros. Nesse primeiro momento, o Ministério está investindo R$ 200 milhões em 158 municípios de todos os 26 estados mais o Distrito Federal. Na segunda etapa, teremos mais R$ 300 milhões e, certamente, Goiás vai ser beneficiado com, pelo menos, mais uma rota”, anunciou Marcelo Álvaro.

O governador Ronaldo Caiado destacou a importância do programa federal. “O presidente Jair Bolsonaro acerta em estruturar o turismo no Brasil. Essa é uma área que rende empregos e lucratividade desde que você sustente bem o setor e atenda bem aos turistas. A Cidade de Goiás, por exemplo, tem potencial para receber visitantes o ano inteiro e não somente em datas festivas, como o Carnaval ou a Procissão do Fogaréu”, sublinhou.

Também parceiro do projeto, o diretor-técnico do Sebrae Nacional, Bruno Quick, ressaltou que o retorno do investimento em turismo é certeiro. “É uma área que envolve mais de 50 setores da economia e revela as belezas naturais de municípios, estados, do País. Por isso, o Sebrae vê esse programa como prioridade.”

O programa Investe Turismo é desenvolvido conjuntamente pelo Ministério do Turismo, Sebrae e Embratur. A iniciativa vai levar um pacote de ações de investimentos, incentivos a novos negócios, acesso ao crédito, marketing, inovação e melhoria de serviços voltados para 30 rotas turísticas em todo o País. Goiás foi contemplado com duas rotas, que englobam cinco municípios: o caminho de Cora Coralina, que abrange Pirenópolis, Cidade de Goiás e Goiânia; e a região da Chapada dos Veadeiros, que inclui Alto Paraíso e Cavalcante.

“Nossas cidades foram selecionadas baseadas em alguns pilares básicos do turismo, entre eles, sustentabilidade, inclusão digital e governança. Outro dado muito importante: o mercado internacional hoje sinaliza, sobretudo para o Brasil e para Goiás, que valoriza muito a natureza, os recursos naturais. Essa primeira etapa, que dura até abril do ano que vem, vai capacitar empresários das rotas já selecionadas. Mas vamos lutar para que outros municípios turísticos do nosso Estado também sejam beneficiados”, adiantou o presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral.

O prefeito de Pirenópolis, João Batista, que assistia atentamente às palestras técnicas, agradeceu o empenho do Ministério do Turismo e do governador Ronaldo Caiado. “O governador tem lutado para nos apoiar. Vimos recentemente a briga dele com a Enel para garantir energia elétrica de qualidade para o cidadão. E isso é extremamente importante para toda e qualquer cidade turística. Temos que estar bem preparados para receber quem nos visita”, sentenciou.

*Números*
A potencialidade do Brasil como pólo turístico e a movimentação que o setor gera na economia são fatores que não são esquecidos pelos representantes do programa Investe Turismo. O manual do projeto apresenta números interessantes: na última década, por exemplo, o turismo foi responsável por um em cada cinco empregos gerados no mundo. No Brasil, a quantidade de postos de trabalho passou de 6,7 milhões em 2017 para 6,85 milhões no último ano. Além disso, enquanto o PIB nacional cresceu 1,1% em 2018, o turismo registrou aumento de 3,1% no mesmo período.

“É como o governador Caiado destacou: o turismo é uma mola propulsora de emprego e renda no País, e todo este potencial estava subutilizado”, reforçou o ministro Marcelo Álvaro. “Estamos trabalhando também para dar visibilidade internacional para nossas rotas; já estamos em contato com uma agência espanhola”, informou.

Durante o evento em Goiânia, o auxiliar do presidente Jair Bolsonaro fez questão ainda de ressaltar que o Ministério assegurou, nesta quarta-feira (04/09), em reunião em Brasília realizada com a presença do presidente da Goiás Turismo, que o Caminho de Cora Coralina vai receber R$ 3 milhões – metade custeada pelo Ministério e outra garantida por meio de emenda parlamentar dos deputados federais Adriano do Baldy e José Nelto.
Também participaram do 19º Seminário do Investe Turismo, em Goiânia, os deputados estaduais Rafael Gouveia, Virmondes Cruvinel, Vinicius Cerqueira e coronel Adailton; o presidente da GoiásFomento, Rivael Aguiar; o diretor-superintendente do Sebrae Goiás, Derly Fialho; além dos prefeitos de Pirenópolis, Aurilândia, Portelândia, Silvânia, Alto Paraíso, Cidade de Goiás, entre outros.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado

Legislação histórica de Goiás ganha destaque e novo espaço, que reúne os atos e documentos que marcaram a vida dos goianos em um só lugar

Em iniciativa inédita, o Governo de Goiás, por meio da Secretaria da Casa Civil, passou a disponibilizar nesta quinta-feira, dia 12, um hotsite especial com conteúdo que destaca a legislação histórica do nosso Estado

Publicado

em

A Secretaria da Casa Civil do Governo de goiás lança um novo componente, elaborado em parceria pelas áreas de Tecnologia da Informação e de Legislação,  que concentra os atos oficiais que marcaram a formação institucional do Estado, o desenvolvimento e as mudanças sociais, possibilitando que os cidadãos conheçam as leis goianas a partir do ano de 1822.

Entre outros documentos, o novo ambiente concentra as cinco versões que já estiveram em vigor da Constituição Estadual de Goiás, as estruturas administrativas do Estado no passado e a criação e organização de comarcas judiciais. Atos que marcaram profundamente a história de Goiás, como o Código Criminal de 1901, os documentos oficiais para a edificação e transferência da capital para Goiânia e o desmembramento do Distrito Federal, também fazem parte da seleção de leis disponibilizada.

De acordo com o titular da pasta, secretário Anderson Máximo, a ação é parte do esforço da gestão, não só de oferecer maior transparência aos cidadãos, mas de valorizar as tradições e a caminhada que construiu a identidade do povo goiano. “Essa iniciativa vem oferecer aos goianos a possibilidade de revisitar a nossa história. É uma determinação do governador Ronaldo Caiado, de valorizar nossa goianidade, nossas raízes, e uma forma de preservar e dar visibilidade a atos oficiais que retratam momentos importantes de um passado que é de todos nós”, afirma o secretário, destacando que a Casa Civil tem trabalhado para se tornar a cada dia uma secretaria mais cidadã, mais próxima da sociedade.

Entre e conheça nossa Legislação Histórica.

Continue Lendo

Estado

Combatentes controlam incêndio noParque Estadual da Serra Dourada

Publicado

em

Por

Equipes utilizaram técnica de “contrafogo” para apagar focos da queimada que atingiu mais de 3,2 mil hectares do parque estadual entre Goiás, Buriti de Goiás e Mossâmedes

O Corpo de Bombeiros e as equipes da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) conseguiram controlar o incêndio que atingia desde a última terça-feira (10/09) o Parque Estadual da Serra Dourada (PESD), localizado entre os municípios de Goiás, Buriti de Goiás e Mossâmedes. Mais de 40 combatentes participaram da operação.

Uma equipe irá pernoitar no alto da Serra Dourada para monitorar a situação durante a noite e dar sequência aos trabalhos de rescaldo. Os trabalhos de monitoramento permanecem durante todo o fim de semana. Segundo informações de combantentes e brigadistas, foi preciso usar o chamado “contrafogo” para combater os focos de incêndio.

Até o último cálculo feito pela Semad, o fogo havia consumido uma área superior a 3,2 mil hectares, em uma área de difícil acesso. Um novo balanço deve ser feito pelas equipes na manhã deste sábado (14/09), sob o comando de Maurício Jácomo, analista da Semad e chefe do parque, mas já é o maior incêndio em unidade de conservação estadual em 2019.

Um dos maiores patrimônios ecológicos do Estado de Goiás, o Parque Estadual da Serra Dourada possui uma área de 30 mil hectares, que concentram belezas naturais, cachoeiras e uma rica diversidade faunística e

Continue Lendo