Conecte-se conosco

Brasil

Motoristas da Uber no Brasil aderem à greve mundial e vão parar por 24h

Publicado

em

Motoristas da Uber no Brasil decidiram aderir ao movimento internacional de protesto contra a empresa em razão da abertura de capital do aplicativo na Bolsa de Valores, que deverá ocorrer nesta sexta (10). Por aqui, associações e condutores sugerem que todos desliguem o aplicativo a partir da 00h desta noite até as 23h59 desta quarta (8). A reportagem apurou que a adesão à greve parte tanto de motoristas independentes quanto de associações estaduais – envolverá ao menos São Paulo, Rio de Janeiro, Minais Gerais, Rio Grande do Sul. Tocantins, Pernambuco, Espírito Santo e Bahia. A comunicação entre os condutores se dá por grupos de WhatsApp e Telegram, além de páginas do Facebook.

Enquanto algumas associações sugerem só que o aplicativo da Uber seja desligado, outras programam atos físicos. Um dos líderes da manifestação em São Paulo é Paulo Reis, presidente da CoopDrivers. Segundo ele, estão confirmados atos, além da capita paulista e interior, no Rio de Janeiro, Recife, Acre, Brasília e Bahia. “Quatro caravanas do interior virão para São Paulo para o Vale do Anhangabaú. A reivindicação é o reajuste do valor pago aos motoristas. Os passageiros já pagam mais caro desde o ano passado, mas a Uber paga menos para motoristas. Queremos reajuste do pagamento aos motoristas”, diz Paulo. O ato no Vale do Anhangabaú está previsto para ocorrer durante a parte da manhã de hoje, 8.

 

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas