Conecte-se conosco

Capital

Obra de Cmei, objeto de ação do MPF contra Iris Rezende, foi paralisada na gestão passada e já tem previsão de retomada

Publicado

em

Foto: Paulo José. Prefeito Iris Rezende faz a entrega de mais 4 salas modulares no Cmei do Jardim Itaipu.

A obra do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Grande Retiro, localizado no bairro de mesmo nome, região Leste da Capital, que é objeto de ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Federal (MPF) contra o prefeito de Goiânia, Iris Rezende, e o secretário Municipal de Educação, Marcelo Costa, foi paralisada ainda na gestão passada e já tem data prevista para ser retomada.

De acordo com o cronograma de obras da Prefeitura de Goiânia, a unidade de educação infantil terá suas obras reiniciadas em outubro próximo e devem ser concluídas até o final do ano. O custo para conclusão do Cmei é de pouco mais de R$ 4,6 milhões e será bancado com recursos próprios da Prefeitura e parte proveniente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Em entrevista durante a entrega de quatro salas modulares no Cmei Residencial Jardim Itaipu, o prefeito Iris Rezende chamou de equívoco a ação do MPF, já que, segundo ele, a obra objeto da ação foi paralisada na gestão anterior e, até o final de 2018, como era de conhecimento público, a Prefeitura não teve condições de retomá-la, haja vista o gigantesco déficit encontrado na administração municipal.

“Quando assumi a Prefeitura em 2017, encontramos um déficit mensal de R$ 31 milhões e dívidas imediatas de quase R$ 1 bilhão, além de uma folha da saúde em aberto. Conseguimos, com muito trabalho, reorganizar a casa, pagar dívidas e sanar o déficit mensal, readquirindo condições financeiras de dar prosseguimento aos investimentos que a cidade precisa. Não encontrei uma obra em andamento. Todas estavam paralisadas, mais de 200 obras. De forma que eu quero tranquilizar o MPF e a população e dizer que vamos entregar Goiânia ao final do mandato em situação digna de aplausos. Vamos retomar essas obras e entregá-las à população, não tenham dúvidas”, afirmou.

O prefeito lembrou, ainda, que apenas neste primeiro trimestre de 2019 cerca de 2.400 vagas foram abertas na educação infantil de tempo integral em Goiânia. Isso, segundo o gestor municipal, foi possível graças ao intenso trabalho desenvolvido pela educação municipal, que investiu na adaptação das salas modulares, permitindo uma redução substancial no prazo de entrega da ampliação dos Cmeis da Capital.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas