Conecte-se conosco

Estado

Operação Integrada do Uso Racional da Água reforça equipes na fiscalização no Meia Ponte

Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, intensificou, nesta terça-feira (10/09), atividades para manter equilíbrio na bacia com aumento no número de fiscais em campo, uso de drones, aeronaves e embarcações. Meta é evitar o racionamento de água diante do recrudescimento do período de seca com ações punitivas a infratores que vão desde lacres até apreensões de bombas

Publicado

em

Equipes da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), Polícia Militar e Corpo de Bombeiros intensificam ações para manter equilíbrio na vazão do Rio Meia Ponte: Operação Integrada do Uso Racional da Água realiza fiscalização de propriedades ao longo da bacia com a determinação de aplicar medidas punitivas que vão desde lacres até apreensões de bombas dos infratores. (Foto: SEMAD)

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, intensificou, nesta terça-feira (10/09), as ações para manter o equilíbrio na vazão do Rio Meia Ponte. A Operação Integrada do Uso Racional da Água realizou, durante todo o dia, fiscalização de propriedades ao longo da bacia com a determinação de aplicar medidas punitivas que vão desde lacres até apreensões de bombas dos infratores. A atividade visa evitar o racionamento do uso de água e vai continuar até a chegada do período de chuvas.

Por determinação do governador Ronaldo Caiado, o trabalho de fiscalização foi reforçado nesta terça-feira com o aumento de equipes de fiscais em campo, uso de drones, aeronaves e embarcações de forças de segurança pública. A meta é o integral cumprimento da portaria 179/2019, da Semad. O Governo de Goiás faz um veemente alerta aos produtores que utilizam irrigação para não efetuá-la durante o dia e para que atendam, estritamente, aos limites da outorga reduzida em 50%. Os resultados parciais da Operação Integrada do Uso Racional da Água serão apresentados na quinta-feira (12/09) pela secretária estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), Andréa Vulcanis, durante entrevista coletiva.

As ações da Operação Integrada do Uso Racional da Água foram coordenadas, nesta terça-feira, pelo superintendente de Proteção Ambiental e Desenvolvimento Sustentável da Semad, Robson Disarz, comandante do 1º Batalhão da Polícia Militar Ambiental, Geraldo Pascoal Soares Neto, e pelo assessor de Comunicação do Corpo de Bombeiros, tenente-coronel Fernando Caramaschi. Eles concederam entrevista coletiva durante a saída das equipes, na Estação de Captação de Água da Saneago, Fazenda São Domingos, no bairro homônimo.

Pela manhã, as equipes saíram para a fiscalização diante de mais um registro preocupante: a vazão do Rio Meia Ponte registrou, às 7h, 2.300 litros por segundo, outra vez abaixo da média (durante 23 dias, desde 14 de agosto, se manteve estável em 2.700 l/s).  “Todo o uso da água da bacia está sendo monitorado, sendo passível de fiscalização pelas equipes, e só vamos parar após o retorno das chuvas e com a estabilização da vazão do rio”, informa Robson Disarz (Semad).

O comandante do 1º Batalhão da Polícia Militar Ambiental, Geraldo Pascoal Soares Neto, observa que o primeiro passo foi fazer um trabalho de orientação com todos os produtores e donos de indústrias que retiram água no Meia Ponte para que cumpram a legislação em vigor.

“Não houve retorno positivo, então temos que endurecer. Vamos coibir. Se for o caso, fazer autuações e até lacre de bombas”, adverte Geraldo Pascoal Neto.

Na segunda-feira (09/09), durante maratona de entrevistas a veículos de comunicação, a secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), Andréa Vulcanis, reafirmou que a meta é a autorresponsabilidade para evitar o racionamento que representa transtorno para a população. “A gestão da crise é no dia a dia”, disse. “Já não é mais hora de orientar, de aplicar somente multas. Vamos ter de realizar ações mais duras e apreender bombas”, alertou.

No último balanço, a Semad tinha aplicado 15 multas e notificado 200 propriedades ao longo da bacia do Meia Ponte, que reúne nove municípios. “Nós sabemos que o período está muito crítico, mas agora é hora de um esforço coletivo na cidade e no campo”, diz a secretária. “O limite estabelecido pelo Comitê da Bacia do Meia Ponte para iniciar o racionamento é de 1.500 l/s. Por isso, faremos um monitoramento firme para que os números se sustentem até a chegada das chuvas”, conclui.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado

Legislação histórica de Goiás ganha destaque e novo espaço, que reúne os atos e documentos que marcaram a vida dos goianos em um só lugar

Em iniciativa inédita, o Governo de Goiás, por meio da Secretaria da Casa Civil, passou a disponibilizar nesta quinta-feira, dia 12, um hotsite especial com conteúdo que destaca a legislação histórica do nosso Estado

Publicado

em

A Secretaria da Casa Civil do Governo de goiás lança um novo componente, elaborado em parceria pelas áreas de Tecnologia da Informação e de Legislação,  que concentra os atos oficiais que marcaram a formação institucional do Estado, o desenvolvimento e as mudanças sociais, possibilitando que os cidadãos conheçam as leis goianas a partir do ano de 1822.

Entre outros documentos, o novo ambiente concentra as cinco versões que já estiveram em vigor da Constituição Estadual de Goiás, as estruturas administrativas do Estado no passado e a criação e organização de comarcas judiciais. Atos que marcaram profundamente a história de Goiás, como o Código Criminal de 1901, os documentos oficiais para a edificação e transferência da capital para Goiânia e o desmembramento do Distrito Federal, também fazem parte da seleção de leis disponibilizada.

De acordo com o titular da pasta, secretário Anderson Máximo, a ação é parte do esforço da gestão, não só de oferecer maior transparência aos cidadãos, mas de valorizar as tradições e a caminhada que construiu a identidade do povo goiano. “Essa iniciativa vem oferecer aos goianos a possibilidade de revisitar a nossa história. É uma determinação do governador Ronaldo Caiado, de valorizar nossa goianidade, nossas raízes, e uma forma de preservar e dar visibilidade a atos oficiais que retratam momentos importantes de um passado que é de todos nós”, afirma o secretário, destacando que a Casa Civil tem trabalhado para se tornar a cada dia uma secretaria mais cidadã, mais próxima da sociedade.

Entre e conheça nossa Legislação Histórica.

Continue Lendo

Estado

Combatentes controlam incêndio noParque Estadual da Serra Dourada

Publicado

em

Por

Equipes utilizaram técnica de “contrafogo” para apagar focos da queimada que atingiu mais de 3,2 mil hectares do parque estadual entre Goiás, Buriti de Goiás e Mossâmedes

O Corpo de Bombeiros e as equipes da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) conseguiram controlar o incêndio que atingia desde a última terça-feira (10/09) o Parque Estadual da Serra Dourada (PESD), localizado entre os municípios de Goiás, Buriti de Goiás e Mossâmedes. Mais de 40 combatentes participaram da operação.

Uma equipe irá pernoitar no alto da Serra Dourada para monitorar a situação durante a noite e dar sequência aos trabalhos de rescaldo. Os trabalhos de monitoramento permanecem durante todo o fim de semana. Segundo informações de combantentes e brigadistas, foi preciso usar o chamado “contrafogo” para combater os focos de incêndio.

Até o último cálculo feito pela Semad, o fogo havia consumido uma área superior a 3,2 mil hectares, em uma área de difícil acesso. Um novo balanço deve ser feito pelas equipes na manhã deste sábado (14/09), sob o comando de Maurício Jácomo, analista da Semad e chefe do parque, mas já é o maior incêndio em unidade de conservação estadual em 2019.

Um dos maiores patrimônios ecológicos do Estado de Goiás, o Parque Estadual da Serra Dourada possui uma área de 30 mil hectares, que concentram belezas naturais, cachoeiras e uma rica diversidade faunística e

Continue Lendo