Conecte-se conosco

Estado

Semas Goiânia identifica indícios de fraude no Bolsa Família e aciona Polícia Federal

Primeiros levantamentos dão conta de que funcionários públicos estariam inserindo, indevidamente, dados de usuários no sistema de cadastro do Bolsa Família que, a princípio, não se enquadrariam no perfil dos beneficiários do programa social

Publicado

em

Investigação feita pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) encontrou indícios de fraudes no programa Bolsa Família em Goiânia. A apuração teve início a partir de denúncia de beneficiários que não estariam recebendo o benefício há vários meses, mesmo estando com a situação regular e cumprindo com todas as exigências do programa.

Após constatar as irregularidades, a diretoria da Semas acionou a Polícia Federal e forneceu toda a documentação levantada para o esclarecimento dos fatos e a punição dos responsáveis. O titular da Semas, Robson Azevedo, participará da coletiva que ocorrerá logo mais, às 10 horas, na sede da Polícia Federal.

Assim que recebeu as primeiras denúncias, a diretoria da Semas solicitou à Gerência de Benefícios Sociais o levantamento dos cadastros suspeitos e uma investigação interna técnica sobre as ações dos cadastradores lotados na secretaria e de beneficiários. Foi feita também o checagem de dados junto à Caixa Econômica Federal, responsável pelo sistema do Cadastro Único dos programas sociais.

Entre as irregularidades constatadas, havia usuários que por vários meses não recebiam seus benefícios e outros que não chegaram a receber seus cartões nos endereços fornecidos, mesmo tendo seu cadastro atualizado.

O trabalho de investigação da Semas verificou que vários cadastros foram atualizados sem a presença física do titular do Número de Identificação Social (NIS) e a ausência da assinatura exigida durante o cadastramento ou recadastramento. Também foi constatado o registro de cadastros de usuários no sistema via whatsapp, sem a presença do responsável familiar e também grupo familiar com mais de duas pessoas como titular beneficiário.

Além disso, foram encontrados vários grupos familiares registrados no mesmo endereço, sem residir no local.

Segundo a Semas, os indícios de fraudes envolvem servidores públicos e todos os fatos serão esclarecidos pela Polícia Federal, que abriu inquérito e desencadeou uma operação na secretaria, a pedido da própria Semas.

Fonte: Secom da Prefeitura de Goiânia

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas