Conecte-se conosco

Capital

Vereador se reúne com Prefeito para tratar da situação dos permissionários do Parque Mutirama

Prefeitura de Goiânia anunciou no ano passado que realizará licitação para novas permissões

Publicado

em

O Vereador Dr. Paulo Daher (DEM) se reuniu no último dia 28 com o Prefeito de Goiânia, Iris Rezende, para tentar solucionar a situação dos permissionários do Parque Mutirama, fechado desde julho de 2017. Os trabalhadores tiveram suas permissões revogadas por meio de uma portaria expedida no dia 22 de janeiro pela Agência Municipal de Turismo, Evento e Lazer (Agetul). A medida atende recomendação do Ministério Público que firma um termo de ajustamento de conduta para estabelecer obrigações para a regularização da exploração do setor de alimentos no parque.

Está prevista a realização de uma licitação para conceder novas permissões, o que excluiria de vez esses trabalhadores das suas atividades no parque. Os comerciantes pedem um prazo maior para que possam regularizar a situação e voltarem a trabalhar com a reabertura do Mutirama que ainda não possui data definida.

O Vereador Dr.Paulo Daher (DEM), acompanhado de uma comissão representante dos permissionários, se reuniu com o Prefeito para buscar soluções que atendam da melhor maneira as duas partes. Segundo ele, existem trabalhadores que exercem atividades no parque há mais de 40 anos, por isso é importante encontrar o melhor caminho para solucionar essa questão.

“Não podemos desconsiderar que esses trabalhadores já foram prejudicados com o fechamento do parque e agora podem ser ainda mais. Para muitos, aquela sempre foi a única fonte de renda da família. Vamos buscar uma solução que esteja dentro da lei e das condições do município, mas essas pessoas também não podem ficar desamparadas”, afirmou.

O vendedor de pipoca, Francisco Assis Carlos, trabalha há 27 anos no Mutirama e alega que sempre exerceu a atividade legalmente no parque, com inscrição municipal e alvará. O trabalhador afirma que a exigência dos permissionários é que a prefeitura estenda o prazo para que eles regularizem a situação, pois a maioria deles, há mais de 1 ano sem trabalhar, não teriam condições de concorrer igualmente com outros na licitação. “Nenhum dos permissionários tem condições de participar da licitação. Ninguém tem dinheiro”, afirma.

Segundo Francisco, muitos trabalhadores estão enfrentando dificuldades desde a interdição do Parque. “São 36 permissionários aguardando a resposta. Tem gente passando necessidade, muitas vezes temos que fazer ‘vaquinha’ para ajuda-los”, disse o vendedor.

A Prefeitura de Goiânia se comprometeu a analisar a situação dos permissionários, mas ressaltou que, por questões legais, não pode intervir nas licitações que já estão encaminhadas, mas garantiu que vai trabalhar para que todos tenham o mesmo direito a uma concorrência justa.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Capital

Orquestra Sinfônica de Goiânia apresenta concerto com violinista Carmelo de los Santos. Evento acontece nesta terça 20

Publicado

em

Evento será realizado nesta terça-feira (20/08), às 20h, no Teatro Sesi. Ingresso pode ser trocado por dois quilos de alimentos não-perecíveis ou um livro literário

A Orquestra Sinfônica de Goiânia apresenta, nesta terça-feira (20/08), às 20h, no Teatro Sesi, um concerto internacional com a participação do violinista Carmelo de los Santos. As obras que serão apresentadas são ícones do repertório orquestral: O Concerto para Violino e Orquestra, do compositor alemão Johannes Brahms e a Suite do Balé Romeu e Julieta, do compositor russo Sergei Prokofiev. A noite conta ainda com a primeira audição mundial da obra “Movimento para Cordas nº 2”, do compositor goiano Estércio Marquez Cunha, a maior referência na composição de música de concerto em Goiás.

Carmelo de los Santos é professor da Universidade do Novo México, nos Estados Unidos, e um dos mais importantes artistas brasileiros. A regência do concerto será do maestro titular e diretor artístico da Orquestra, Eliseu Ferreira. Para ele, uma excelente oportunidade para conferir um programa de excelente qualidade executado pela Orquestra Sinfônica da Prefeitura Municipal. “A cada dia conquistamos novos espaços nos cenários musicais local e nacional, pela regularidade, diversidade e qualidade de suas propostas artísticas e institucionais”, afirma o maestro.

A realização é da Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), com o apoio do Teatro Sesi. A entrada para o concerto é mediante a doação de dois quilos de alimentos não-perecíveis ou um livro lite

Continue Lendo

Capital

Blogueiro é obrigado a retirar matérias ofensivas à honra de promotor de Justiça

Decisão liminar atende pedido da defesa do promotor de Justiça do Ministério Público de Goiás Fernando Krebs, que alegou, em ação de indenização por danos morais, que teve a honra maculada por postagens no blog do Cleuber Carlos, assinado pelo blogueiro de mesmo nome

Publicado

em

Por

A Juíza de direito Viviane Silva de Moraes Azevedo, do 11º Juizado Especial Cível de Goiânia, determinou, em sede de tutela provisória, em ação de indenização por danos morais, que o blogueiro Cleuber Carlos do Nascimento retire do seu blog (Blog do Cleuber) as matérias publicadas e atentatórias à honra do promotor de Justiça Fernando Krebs e de seus familiares.

A decisão, segundo a magistrada, foi tomada após a análise das alegações da parte requerente, juntamente com os elementos que evidenciem o perigo de dano de difícil reparação à honra do promotor. Nas publicações, Cleuber Carlos faz “ilações” a respeito da conduta do promotor e insinua parcialidade do representante do Ministério Público goiano na propositura de ações de improbidade contra ex-governadores de Goiás.

A juíza determinou que todas as matérias mencionadas na demanda, em que Fernando Krebs e seus familiares são nominalmente citados em conteúdos que possuem material ofensivo à imagem e à honra dos mesmos, sejam retiradas do ar no prazo máximo de 24 horas, sob pena de multa diária de R$ 1 mil reais.

Em outra ação, julgada em 2019, o mesmo blogueiro foi condenado ao pagamento de indenização no valor de R$ 10 mil ao promotor Fernando Krebs,  também por ofensas morais e à honra do representante ministerial.

Continue Lendo